Porto Alegre: Aberta para negócios?


O vereador Felipe Camozzato (Novo), realizou uma série de entrevistas com empreendedores e lideranças empresariais da Capital. O presidente AEHN Luiz Carlos Camargo, foi um dos entrevistados. O trabalho resultou no estudo "Sentimentos e perspectivas de lideranças empresariais sobre o ambiente de negócios em Porto Alegre", que foi apresentado durante evento no Instituto Caldeira. As respostas mais citadas pelos entrevistados foram: A boa qualificação da mão de obra; o baixo custo da mão de obra; ser Capital e estar bem situada geograficamente; ter um ambiente político favorável e possuir um ecossistema empreendedor desenvolvido. Entre os obstáculos para se desenvolver na Capital foram destacados: Burocracia excessiva; A cidade não sabe se vender para fora do estado e país; Falta de valorização das qualidades da cidade; Incapacidade de reter os talentos e Incapacidade de transformar o turismo em vetor da economia.