top of page

AEHN recebe 11BPM para falar sobre desafios na segurança da região

A Presidente Marise Mariano e o Comandante da 2ª Companhia do 11º Batalhão de Polícia Militar se reuniram para discutir a situação de segurança na região, sendo o número reduzido de efetivos disponíveis e o roubo de fio de cobre os dois principais problemas destacados.

O Capitão ressaltou que o tempo de atendimento na única delegacia da mulher em Porto Alegre pode chegar a 5 horas, impactando diretamente a disponibilidade dos poucos brigadianos existentes na região, que precisam permanecer na delegacia até que a ocorrência seja finalizada. Além disso, a demora no atendimento afeta o conforto das mulheres.

Sobre o roubo de fios de cobre, o Capitão mencionou que a forma de combater é chegar nos receptadores, principalmente ferros velhos, visto que os presos em flagrante ficam pouco tempo na delegacia até serem liberados. Mesmo assim, os ferros velhos continuam operando. A prefeitura está substituindo os fios de cobre por fios de alumínio, material de menor valor, mas a troca em toda a capital deve demorar.

O Capitão ainda destacou a necessidade de melhorias na instalação do prédio da 2ª Companhia do 11º Batalhão de Polícia Militar. Nesse sentido, a Presidente se comprometeu em verificar como pode ajudar a resolver esse problema. É fundamental unir esforços para melhorar a segurança na região e garantir um atendimento eficiente e adequado às mulheres que necessitam desses serviços.




Komentar


bottom of page